Radar da Web




Adoção em massa de cartões de pagamento aumenta cibercrime na China



Publicado em 01/12/2015 | #seguranca

FacebookGoogle+LinkedInTwitterE-mail

Adoção em massa de cartões de pagamento aumenta cibercrime na China

A medida que a China aumenta a adoção de cartões de pagamento deixando de lado a moeda tradicional, a atividade cibercriminosa destinada a fraudes de cartões também aumenta.

A companhia de segurança Trend Micro publicou novo estudo sobre o mercado do cibercrime que mostra forte interesse em formas de capturar dados de cartões de pagamento.

“Cibercriminosos rapidamente entraram na onda do ‘não pagamento’ em dinheiro”, escreveu o autor do relatório Lion Gu da Trend Micro.

O mercado para tais ferramentas é forte em países que usam amplamente cartões, o que não faz disso uma surpresa que a procura também aumentaria na China.

Isso significa que os varejistas do país podem começar a enfrentar um risco crescente de exposição de dados de clientes.

Um site encontrado pelo pesquisador de segurança ofereceu dispositivos de ponto de venda que foram modificados com o objetivo de enviar detalhes de cartões capturados a partir de tarja magnética e entregues via SMS para criminosos.

A forma como os dispositivos são vendidos – de criminosos para revendedores para varejistas e depois colocados no mercado – indica que algumas pessoas na cadeia de abastecimento pode não saber que os dispositivos foram alterados. Também é vantajoso para os cibercriminosos, Gu escreveu.

“Cibercriminosos não têm sequer que coletar fisicamente informações roubadas de dispositivos instalados, permitindo-lhes maior flexibilidade e conveniência”, explica.

Skimmers de caixas eletrônicos ATM, por exemplo, são também vendidos para negócios B2B em mercados online por cerca de US$630. Geralmente eles são dispositivos que se encaixam ao longo de um slot para cartão de máquinas ATM e conseguem gravar detalhes de cartão. Segundo Gu, alguns conseguem gravar até mesmo o número de segurança do cartão.

Outro produto que o pesquisador encontrou é destinado a pessoas que tem rápido acesso ao cartão de crédito de um cliente, conhecido como skimmer de bolso.

“Um funcionário inescrupuloso de um serviço, por exemplo, pode passar o cartão de um cliente em um skimmer de bolso com o objetivo de roubar seus dados para que ele ou ela possa usá-los depois para fraude”, escreveu.

O skimmer de bolso não precisa de uma conexão com rede. Ele pode coletar detalhes de mais de 2 mil cartões que poderão ser baixados para um computador por cabo USB.


Fonte: idgnow.com.br

Leia também


Comentários

Nenhum comentário enviado. Seja o primeiro a comentar, clique aqui

Copyright © 2013/2017 Radar da Web. Todos os direitos reservados.
Topo