Radar da Web




Site OnlineCensorship mostra o que as redes sociais bloqueiam



Publicado em 24/11/2015 |

#internet



FacebookGoogle+LinkedInTwitterE-mail

Site OnlineCensorship mostra o que as redes sociais bloqueiam

Sabe-se que o Facebook e outras redes sociais adaptam os “feeds” de mensagens com base no que provavelmente interessa a cada usuário, em vez de mostrar tudo o que os amigos disponibilizam. Mas o que mais elas não mostram?

Um novo site da Electronic Frontier Foundation (EFF) tem o objetivo de revelar tudo sobre os conteúdos que as redes sociais como o Facebook, Instagram, Twitter e YouTube relutam em mostrar. A intenção do OnlineCensorship é tornar essa eliminação de conteúdos mais transparente, ao receber e divulgar histórias enviadas por usuários censurados.

A maioria das redes sociais têm restrições à exibição de material pirateado, pornografia ou discurso de ódio. Também já se ouviu falar sobre restrições mais específicas como as do Facebook em relação a imagens de amamentação, a do Instagram de não mostrar mamilos femininos, ou a do Twitter, de impedir tuítes com piadas de outras pessoas assumidas pelo usuário.

A maior rede social do mundo também começou recentemente a excluir menções à rede social chinesa Tsu.co, consideada spam, de acordo com notícia do The Huffington Post. A publicação Boing Boing não podia sequer divulgar notícias sobre o site chinês sem ter essas notícias removidas do Facebook.
Aparentemente, há muito mais e o novo site da EFF deseja jogar uma luz sobre essas práticas.


Fonte: idgnow.com.br

Leia também


Comentários

Nenhum comentário enviado. Seja o primeiro a comentar, clique aqui

Copyright © 2013/2017 Radar da Web. Todos os direitos reservados.
Topo